Início Índice Geral Novidades Índice de Imagens Copyright

Termos e Definições

Index: A, B, C, D, E, F, G, H, I, J, K, L, M, N, O, P, Q, R, S, T, U, V, W, X, Y, Z.

 

A

ácido sulfúrico
Um ácido forte, corrosivo, oleoso, dibásico, H2SO4, que é incolor quando puro; é um agente oxidante e desidratante vigoroso.
afélio
O ponto da órbita em que o planeta está mais afastado do Sol.
agregação
Acumulação de poeira e gás na formação de corpos grandes.
albedo
Reflectividade de um objecto; percentagem da luz reflectida em relação à luz incidente.
Alfa de Centauro
A estrela brilhante mais próxima do nosso sistema solar.
alinhamento
Característica linear topográfica que pode representar uma estrutura da crusta.
alóctone
(1) Material que foi formado ou introduzido de algum outro sítio fora do local onde se encontra. (2) Rocha fragmentada expelida de uma cratera durante a sua formação que, ou cai de novo para encher parcialmente a cratera, ou cobre os flancos exteriores após o impacto.
anã branca
Uma estrela clara com uma elevada temperatura à superfície e brilho intrínseco baixo com uma massa aproximadamente igual à do Sol mas uma densidade muitas vezes maior.
anel de picos
Elevação central caracterizada por um anel de picos mais do que um único pico; anéis de picos são típicos nas maiores crateras terrestres acima de cerca de 50 quilómetros (30 milhas) de diâmetro.
angstrom
Uma unidade de comprimento = 1.0E-08cm.
ano-luz
A distância percorrida pela luz durante um ano, à velocidade de 300,000 quilómetros por segundo (671 milhões de milhas por hora); 1 ano-luz é equivalente a 9.46053e12 km, 5,880,000,000,000 milhas ou 63,240 UA.
apoapsis
O ponto da órbita mais longe do planeta.
apogeu
O ponto na órbita da Lua mais afastado da Terra.
aquecimento por maré
O aquecimento por fricção do interior de um satélite devido à flexão causada pela força gravitacional do planeta primário e possíveis satélites vizinhos.
atmosfera
Uma atmosfera equivale a 14.7 libras por polegada quadrada (105 Newtons por metro quadrado); pressão atmosférica normal à superfície do mar, na Terra.
aurora
Um brilho na ionosfera de um planeta causado pela interacção entre o campo magnético do planeta e partículas carregadas provenientes do Sol.
aurora boreal
As Luzes do Norte causadas pela interacção entre o vento solar, o campo magnético da Terra e a atmosfera superior; um efeito semelhante acontece no hemisfério sul que é conhecido por aurora austral.

B

bar
Uma unidade de pressão, igual à pressão atmosférica terrestre ao nível do mar; 1 bar = 0.987 atmosferas = 101,300 pascals = 14.5 libras/polegada quadrada = 100,000 Newtons por metro quadrado.
basalto
Um termo genérico que designa rochas ígneas, de cor escura, compostas de minerais que são relativamente ricos em ferro e magnésio.
bólide
Um meteorito em explosão.
brecha
Rocha de grão grosso, composta por fragmentos de outras rocha, que se mantêm juntos por um cimento mineral ou uma matriz de grão fino.
buraco negro
Um objecto cuja gravidade é tão intensa que a velocidade de escape excede a velocidade da luz.

C

cadeia
Uma cadeia de crateras.
calcium K
Um comprimento de onda pequeno de luz azul que é emitida e absorvida pelos iões do elemento cálcio.
caldeira
Uma depressão grande, em forma de bacia, aproximadamente circular. A maior parte das caldeiras vulcânicas são produzidas pelo colapso da calote de uma câmara de magma devido à remoção do magma por erupções voluminosas ou condensação subterrânea de magma. No entanto, algumas caldeiras podem ser formadas pela remoção explosiva da parte superior de um vulcão.
campo magnético
Uma região do espaço perto de um corpo magnetizado em que as forças magnéticas podem ser detectadas.
campo magnético interplanetário (IMF)
O campo magnético transportado pelo vento solar.
caos
Uma área distinta de terreno quebrado.
característica de albedo
Uma marca escura ou clara na superfície de um objecto, que pode não ser uma característica geológica ou topográfica.
carbonato
Um composto contendo carbono e oxigénio; um exemplo é carbonato de cálcio (caliça).
cataclástico
Uma textura encontrada em rochas metamórficas em que minerais mais frágeis foram quebrados, esmagados e planificados durante a deformação.
cauda magnética
A porção da magnetosfera do planeta que é empurrada na direcção do vento solar.
cavo
Depressão irregular, oca.
chama
Uma erupção súbita de energia no disco solar que pode durar de minutos a horas, do qual são emitidas radiação e partículas.
chasma
Um desfiladeiro.
ciclo solar
A variação, quase periódica, de aproximadamente 11 anos, na frequência ou número de acontecimentos de actividade solar.
cintura de radiações
Região de partículas carregadas na magnetosfera.
cinza
A matéria fina produzida por uma erupção piroclástica. Uma partícula de cinza tem por definição um diâmetro inferior a 2 milímetros.
cinzas
Material ejectado dos vulcões, disperso, com 4 a 32 milímetros (.16 a 1.28 polegadas) de diâmetro.
clasto
Um fragmento de rocha que foi transportado, seja por processos vulcânicos ou por processos sedimentares.
colles
Uma pequena colina ou elevação.
coma
Poeira e gás que rodeia o núcleo activo de um cometa.
cone de cinzas
Um monte cónico formado pela acumulação de fragmentos piroclásticos que caem no solo em estado sólido.
cone de dispersão
Um cone baixo, com ladeiras abruptas, criado de piroclastos fluidos que cobrem a superfície à volta de uma abertura vulcânica.
cone de rotura
Superfícies de formações cónicas estriadas produzidas pelo impacto de meteoritos sobre rochas quebradas de grão gino, tal como a caliça.
constante dieléctrica
Razão entre a densidade de fluxo eléctrico e o campo eléctrico.
convecção
Circulação de fluido provocada por variações de temperatura; a transferência de calor por esta circulação automática (ver também Guia do Educador Sobre a Convecção).
cordilheira de pressão
Uma cordilheira formada pela elevação da crusta de um fluxo de lava devida à pressão da lava circulante.
coroa
1) A parte superior da atmosfera solar, caracterizada pela baixa densidade e alta temperatura (> 1.0E+06 K); não é visível da Terra excepto durante um eclipse total do Sol ou utilizando telescópios especiais chamados coronógrafos. 2) Uma formação de forma ovóide.
coronógrafo
Um telescópio especial que bloqueia a luz do disco solar para se poder estudar a fraca atmosfera solar.
cratera
1) Uma depressão formada pelo impacto de um meteorito. 2) Uma depressão à volta da abertura de um vulcão.
cratons
Porções relativamente estáveis de continentes compostos por áreas escudo e sedimentos de plataformas; tipicamente, cratons estão rodeados por regiões tectonicamente activas caracterizadas por actividade vulcânica, aparecimento de falhas e movimentos ascencionais.
cristalino
Tipo de rocha composto por cristais ou fragmentos de cristais, tais como as rochas metamórficas que recristalizaram em ambientes de alta temperatura ou pressão, ou rochas ígneas que se formaram durante o arrefecimento de matéria fundida.
cromosfera
O nível mais baixo da atmosfera solar entre a fotosfera e a coroa.

D

densidade
Medida em gramas por centímetro cúbico (ou quilogramas por litro); a densidade da água é 1.0, a do ferro é 7.9 e a do chumbo é 11.3.
dique
Uma represa ou cordilheira.
disco
A superfície visível do Sol (ou outro corpo celeste) projectado no céu.
dorsal
Uma cordilheira.

E

e=mc2
A fórmula da famosa teoria da relatividade de Einstein, conhecida por relação energia-massa. A energia e é igual à massa m multiplicada pelo quadrado da velocidade da luz c2. Uma pequena massa produz uma enorme quantidade de energia.
eclipse
O desaparecimento da luz de um corpo celeste devido à interposição de outro astro.
eclíptica
O plano da órbita da Terra à volta do Sol.
efeito de estufa
Um aumento na temperatura causado quando a atmosfera absorve as radiações solares incidentes mas bloqueia a saída da radiação térmica; o dióxido de carbono é o factor principal deste efeito.
efeito Doppler
A alteração aparente do comprimento de onda do som ou da luz causado pelo movimento da fonte, do observador ou de ambos.
ejecta
Tipo de matéria, tal como vidro e rocha fragmentada projectada para fora de uma cratera de impacto durante a sua formação.
elementos siderófilos
Esta frase significa literalmente elementos amantes do ferro. Inclui irídio, ósmio, platina e paládio, que se encontram em interiores ricos em metais de asteróides ou planetas segregados quimicamente; consequentemente, estes elementos são extremamente raros na superfície da Terra.
elipse
Uma curva fechada que é criada a partir de dois focos ou pontos nos quais a soma das distâncias de qualquer dos pontos da curva para os dois focos é constante. Johannes Kepler foi o primeiro a descobrir que as órbitas dos planetas são elipses e não círculos; ele baseou a sua descoberta em observações cuidadosas de Tycho Brahe.
eólico
Relaciondo com depósitos provocados pelo vento e efeitos associados.
erupção
A ejecção de matéria vulcânica (lavas, piroclastos e gases vulcânicos) para a superfície, seja de uma abertura central, de uma fissura ou de um grupo de fissuras.
erupção efusiva
Uma erupção vulcânica relativamente calma que expele lava basáltica que se move aproximadamente à velocidade de uma pessoa a passo. A lava é fluida por natureza. As erupções do vulcão Kilauea da ilha do Hawaii são efusivas.
erupção explosiva
Uma erupção vulcânica dramática que atira detritos para o ar que chega a centenas de milhas de distância. A lava tem uma composição baixa em silicatos e pode ser muito perigosa para quem viva próximo. Um exemplo é o Monte St. Helens, em 1980.
erupÁ„o freŠtica
Uma erupção ou explosão vulcânica de vapor, lama ou outra matéria que não é incandescente; esta forma de erupção é causada pelo aquecimento e expansão consequente de água do solo devida à fonte de calor ígneo adjacente.
escarpa
Uma linha de penhascos produzida por falhas ou erosão; uma ladeira relativamente linear em penhasco, de extensão considerável, que quebra a continuidade geral do terreno separando as superfícies situadas a diferentes níveis.
escudo
Qualquer das extensas regiões em que as antigas rochas do Precambriano estão expostas na superfície da Terra.
espectro
A distribução de comprimentos de onda e frequências.
espectroradiómetro
Um dispositivo que mede a quantidade de energia reflectida ou radiada de uma superfície em dois ou mais comprimentos de onda.
espículas
Os padrões de gás em forma de relva que se vêem na atmosfera solar.
estratosfera
A região fria da atmosfera planetária acima das regiões de convecção (a troposfera), normalmente sem movimentos verticais mas por vezes com fortes correntes horizontais.
excentricidade
Um valor que define a forma de uma elipse ou órbita planetária; a proporção entre a distância focal e o eixo maior.
excêntrico
Não circular; elíptico (referente a uma órbita).

F

fácula
Uma região brilhante da fotosfera vista em luz branca, raramente visível excepto junto do limbo solar.
falha
Uma fenda ou quebra na crusta de um planeta ao longo da qual pode haver desprendimentos ou movimentos.
fase de alta pressão dos minerais
Nesta fase, as formas de minerais que são estáveis apenas em pressões extremamente altas, típicas das zonas mais profundas da Terra e não à superfície. Estas pressões são geradas instantaneamente durante o impacto de meteoritos. Stishovite é o polimorfo de alta presão do quartzo, um mineral típico da crusta terrestre.
fenda
Uma fractura ou racha na superfície de um planeta causada pela extensão. Em alguns vulcões, as intrusões abaixo da superfície são concentradas em certas direcções; isto causa tensão na superfície e significa também que haverá mais erupções nestas "zonas de fendas".
filamento
Uma pernada de gás frio suspensa acima da fotosfera por campos magnéticos, que aparece escura contra o disco solar; um filamento no limbo do Sol visto durante a sua emissão contra o céu escuro é chamado uma prominência.
fissura
Uma abertura estreita ou fenda de comprimento e profundidade consideráveis.
fissuras em escalão
Fissuras que são de direcção paralela umas das outras, mas afastadas para a esquerda ou para a direita.
flexus
Formação linear com picos.
fluctus
Terreno fluido.
forças de maré
A força gravitacional que actua sobre objectos planetários da parte de planetas ou luas vizinhos. Quando as forças de maré de um planeta e várias luas se concentram numa determinada lua, particularmente se as órbitas dos diversos objectos os levam periodicamente a um mesmo alinhamento, as forças de maré podem gerar uma trementa concentração de energia na lua. A actividade vulcânica intensa em Io é resultante da interacção destas forças de maré.
fossa
Depressão longa, estreita e pouco profunda.
fotosfera
A superfície visível do Sol; a superfície superior de uma camada convectiva de gases na parte exterior do Sol cuja temperatura provoca a radiação de luz em comprimentos de onda visíveis; podem-se observar na fotosfera manchas solares e fáculas.
fusão nuclear
Um processo nuclear em que diversos pequenos núcleos são combinados para formar um núcleo maior cuja massa é um pouco mais pequena do que a soma dos primeiros. A diferença em massa é convertida am energia pela famosa equivalência E=mc2 de Einstein. Este é a fonte da energia do Sol e, ultimamente, de (quase) toda a energia na Terra.
fusão por impacto
As rochas que se fundem durante um impacto, incluindo pequenas partículas dispersas em vários depósitos e matéria ejectada por impacto, e grandes mares ou lençóis de matéria fundida que se junta em áreas pequenas dentro da cratera. A matéria fundida por impacto é extremamente uniforme na sua composição mas muito variável em textura. São compostas predominantemente por rochas de impacto, mas podem conter uma quantidade pequena mas mensurável da matéria que compõe o objecto que provocou o impacto.

G

gelo
Os cientistas planetários usam esta palavra para se referirem a água, metano e amónia, que normalmente se encontram no estado sólido no sistema solar exterior.
gigante vermelha
Uma estrela que tem uma temperatura baixa à superfície e um diâmetro grande em relação ao Sol.
graben
Bloco ou porção alongada da crusta que está rodeada por falhas em todos os lados.
granulação
Um conjunto de pequenas células vistas na superfície do Sol causada pelos movimentos convectivos do gás solar quente.
gravidade
Uma força física que atrai mutuamente dois corpos.

H

H-alfa
O pequeno comprimento de onda da luz vermelha que é emitida e absorvida pelo elemento hidrogénio; este comprimento de onda é muitas vezes utilizado para estudar o Sol.
heliocêntrico
Centrado no Sol; ver Copérnico, Kepler, Galileo.
heliopausa
O ponto no qual o vento solar se encontra com o meio interestelar ou com o vento solar de outras estrelas.
heliosfera
O espaço entre os limites da heliopausa que contém o Sol e o Sistema Solar.
hemisfério
Metade de esfera celeste que está dividida em duas metades pelo horizonte, pelo equador celeste ou pela eclíptica.
hemisfério anterior
O hemisfério que está virado para a frente, no sentido do movimento de um satélite que mantém sempre o mesmo lado virado para o planeta.
hemisfério posterior
O hemisfério virado para trás, no lado oposto ao sentido do movimento do satélite que mantém a mesma face virada para o planeta.
Hipótese Gaia
Uma hipótese com o nome da deusa Grega da Terra, Gaea, segundo a qual a Terra deveria ser considerada como um organismo vivo. O biologista inglês James Lovelock avançou com esta ideia em primeiro lugar em 1969.
hummocky
Terreno irregular e acidentado.

I

ião
Um fragmento de átomo ou de molécula que tem uma carga eléctrica positiva devida à perda de um ou mais electões; o ião mais simples é o núcleo do átomo do hidrogénio, um protão único.
ígneo
Rocha ou mineral que solidificou de material total ou parcialmente fundido.
inclinação
A inclinação da órbita do planeta é o ângulo entre o plano da órbita e a eclíptica. A inclinação da órbita lunar é o ângulo entre o plano da órbita e o plano do equador do planeta primário.
ionosfera
Uma região de partículas carregadas na atmosfera superior de um planeta; a parte da atmosfera terrestre que começa a uma altitude de cerca de 40 quilómetros (25 milhas) e se extende para fora durante 400 quilómetros (250 milhas) ou mais.

J

jovem
Quando usada para descrever uma superfície planetária, "jovem" significa que as formações visíveis são de origem relativamente recente, isto é, que as formações mais antigas foram destruídas por erosão ou por correntes de lava. Superfícies jovens mostram poucas crateras de impacto e são tipicamente variadas e complexas; por contraste, uma superfície "velha" é uma superfície que foi relativamente pouco alterada durante a história geológica. As superfícies da Terra e de Io são jovens; as superfícies de Mercúrio e Calisto são velhas.

K

kelvin (K)
Zero K é o zero absoluto; o gelo derrete a 273 K (0° C, 32° F); a água ferve a 373 K (100° C, 212° F).

L

labes
Um desprendimento de terras.
labirinto
Um complexo de vales que se intersectam.
lacus
Um lago.
lava
Um termo genérico para designar rocha fundida que é expelida para a superfície.
limbo
O limite exterior do disco aparente de um corpo celeste.
limite Cretáceo-Terciário
Um importante limite estratigráfico na Terra que marca o fim da Era Mesozóica, mais conhecida como a era dos dinossauros. O limite é definido por um fenómeno de extinção global que causou a abrupta desaparição da maior parte das formas de vida sobre a Terra.
Limite de Roche
O mais próximo que um corpo fluido pode orbitar em relação ao seu planeta sem ser puxado pelas forças gravitacionais.
linha
Uma abertura alongada.
lobulado
Que tem lóbulos ou se assemelha a lóbulos.
Luas galileanas
As quatro maiores luas de Júpiter: Io, Europa, Ganímedes e Calisto; descobertas independentemente por Galileo e Marius.
luz
Radiação electromagnética que é visível ao olho humano.

M

mácula
Uma mancha escura.
magma
Rocha fundida dentro da crusta de um planeta que se pode difundir por rochas adjacentes ou ser expelida para a superfície. Rochas ígneas são derivadas do magma pela solidificação e processos relacionados ou pela erupção do magma para a superfície.
magnetógrafo
Um telescópio especial que analisa a cor e polarização da luz solar para medir o campo magnético do Sol.
magnetopausa
Os limites da magnetosfera, dentro da onda de choque.
magnetosfera
A região do espaço em que o campo magnético de um planeta domina o do vento solar.
magnitude
O grau de brilho de um corpo celeste medido numa escala numérica, na qual a estrela mais brilhante tem magnitude -1.4 e a estrela visível mais fraca tem magnitude 6, graduada de forma a que uma decréscimo na unidade representa um acréscimo no brilho aparente por um factor de 2.512; também chamado magnitude aparente.
mancha solar
Uma área vista como uma mancha escura na fotosfera do Sol. As manchas solares são concentrações de fluxo magnético, tipicamente ocorrendo em grupos bipolares. Parecem escuras porque são mais frias do que a fotosfera circundante.
mare
Palavra latina que significa "mar". Galileo pensava que as áreas da Lua escuras e sem qualquer marca seriam massas de água, mesmo estando a Lua sem água líquida. O termo é ainda aplicado às bacias de impacto preenchidas de basalto comuns na face da Lua visível da Terra.
mensa
Uma mesa, elevação com o cimo plano.
mesa
Colina ou montanha erodida, de cimo plano e amplo, normalmente rodeado de encostas abruptas.
metamorfismo de choque
A produção de alterações químicas ou físicas irreversíveis em rochas por uma onda de choque gerada por impacto, ou detonação de dispositivos altamente explosivos ou nucleares.
meteorito
Uma parte do meteoróide que sobrevive na passagem através da atmosfera terrestre.
meteoro
O fenómeno luminoso visto quando um meteoróide entra na atmosfera, conhecido habitualmente por estrela cadente.
meteoróide
Uma pequena rocha no espaço.
milibar
Milésima parte de um bar; a pressão normal ao nível do mar é cerca de 1,013 milibars.
minar
Um processo de erosão em que a água escoa para a superfície através de poros das rochas; quando a água escoa, remove lentamente material para formar vales e redes de canais.
mons
Uma montanha.

N

nebulosa
Uma massa difusa de gás e poeira interstelar.
nebulosa solar
A grande nuvem de gas e poeira da qual o Sol e os planetas se condensaram há 4.6 biliões de anos.
neutrino
Uma partícula fundamental supostamente produzida em quantidades massivas pelas reacções nucleares nas estrelas; são muito difíceis de detectar porque a maior parte delas passa completamente pela Terra sem qualquer interacção.
número de asteróide
É atribuido um número de série a cada um dos asteróides quando são descobertos; não tem qualquer significado especial excepto o facto de o asteróide N+1 ser descoberto depois do asteróide N.

O

obliquidade
O ângulo entre o plano equatorial e o plano orbital de um corpo.
oceanus
Um oceano.
ocultação
O bloqueio da luz pela intervenção de outro objecto; um planeta pode ocultar (bloquear) a luz de uma estrela distante.
onda de choque
A parte exterior de uma magnetosfera planetária; o local onde o fluxo supersónico do vento solar é retardado até uma velocidade subsónica pelo campo magnético do planeta.
órbita
O percurso de um objecto que se move à volta de um segundo objecto ou ponto.
órbita geosíncrona
Uma órbita directa, circular, de inclinação pequena, na qual a velocidade orbital do satélite corresponde à velocidade de rotação do planeta; uma nave espacial parece não ter movimento sobre uma posição fixa da superfície do planeta.
orifício
A abertura da crusta por onde sai o material vulcânico.
outeiro
Uma colina isolada, de topo plano, com ladeiras abruptas.
ovóide
Com a forma de um ovo.

P

pahoehoe
Corrente de lava basáltica caracterizada por uma superfície cristalina suave, e composta por inúmeras "unidades de fluxo" denominadas "dedos"; os fluxos pahoehoe avançam a velocidades de 1 a 10 metros (3 a 33 pés) por hora e estão associados a erupções efusivas lentas que se difundem pouco ou nada.
Paleozóico
Um termo geológico que marca o tempo na história da Terra entre os passados 570 e 245 milhões de anos.
palimpsesto
Uma formação circular na superfície de luas geladas escuras, tais como Ganímedes e Calisto em que falta o relevo associado com crateras; Palimpsestos são considerados crateras de impacto onde o relevo topográfico da cratera foi eliminado pelo ajuste lento da superfície gelada.
palus
Um pàntano.
patera
Cratera pouco profunda; bordo complexo e recortado.
pedra pomes
Uma forma ligeiramente vesicular de vidro vulcânico com uma percentagem alta de sílica; é geralmente de cor clara e flutua na água.
penumbra
A região exterior filamentar de uma mancha solar.
periapsis
O ponto na órbita mais próximo do planeta.
periélio
O ponto da órbita onde um planeta está mais próximo do Sol.
perigeu
O ponto da órbita mais próximo da Terra.
Período cretáceo
Um termo geológico que designa o tempo da história da Terra que começou há cerca de 144 milhões de anos e terminou há 66 milhões de anos.
perturbar
Causar o desvio de um planeta ou satélite de um movimento orbital teoricamente regular.
peso
A força gravitacional exercida sobre um corpo.
pico central
O núcleo exposto de rochas levantadas em crateras de impacto de meteoritos complexas; a matéria do pico central tipicamente mostra evidência de fracturação, falhas e metamorfismo de choque intensos.
piroclástico
Relativo a material rochoso clástico (partido e fragmentado) formado por explosões vulcânicas ou expulsão aérea da abertura do vulcão.
plage
Regiões brilhantes vistas na cromosfera solar.
planalto
Um plano a uma altitude elevada.
planar features
Formações microscópicas de grãos de quartzo ou feldspato que consistem em planos muito pequenos de material vítreo em conjuntos paralelos que têm orientações distintas em relação à estrutura cristalina dos grãos.
planeta inferior
Os planetas Mercúrio e Vénus são planetas inferiores porque as suas órbitas estão mais próximas do Sol do que a órbita da Terra.
planeta joviano
Cada um dos quatro planetas gasosos exteriores: Júpiter, Saturno, Úrano e Neptuno.
planeta menor
Outro termo usado para referir asteróides.
planeta superior
Os planetas Marte, Júpiter, Saturno, Úrano, Neptuno e Plutão são planetas superiores porque as suas órbitas estão mais longe do Sol do que a órbita da Terra.
planitia
Planícies largas que ocupam terras baixas sobre as superfície planetárias.
plasma
Um gás de baixa densidade em que os átomos individuais estão carregados electricamente, mesmo que o total de cargas positivas e negativas seja igual, mantendo uma carga eléctrica global neutra.
polarização
Uma propriedade especial da luz; a luz tem três propriedades, brilho, cor e polarização.
ponto antípoda
O ponto que está diametralmente oposto do outro lado do planeta; por exemplo, o polo norte da Terra é o antípoda do polo sul.
Ponto Lagrangiano
Uma das soluções do problema dos três corpos descoberto pelo matemático francês do século XVIII, Lagrange; os dois pontos de Lagrange estáveis, L-4 e L-5, estão situados na órbita do corpo primário, antes e depois dele, num arco de 60 graus.
ponto quente
Centro de vulcanismo persistente, que se pensa ser a expressão à superfície da ascensão de um penacho quente no manto terrestre.
Precâmbrico
Um termo geológico que denomina o tempo da história da Terra de há mais de 570 milhões de anos.
prominência
Uma erupção de gases quentes acima da fotosfera do Sol. Prominências são visíveis mais facilmente próximo do limbo do Sol, mas algumas também são visíveis como correntes brilhantes na fotosfera.
promontório
Um cabo.
pseudocratera
Uma cratera geralmente circular produzida por uma erupção freática resultante da corrente de lava sobre solo molhado.

Q

quilograma (kg)
Um quilograma é equivalente a 1,000 gramas ou 2.2 libras; a massa de um litro de água.
quilómetro (km)
Um quilómetro é equivalente a 1,000 metros ou 0.62 milhas.

R

radar de abertura sintética
O RAS é um sistema de captação de imagens que usa o efeito Doppler para aumentar a resolução efectiva.
radiação
Energia radiada na forma de ondas ou partículas; fotões.
raio orbital síncrono
O raio orbital no qual o período orbital do satélite é igual ao período de rotação do planeta. Um satélite síncrono com uma inclinação orbital de zero (no plano do equador do planeta) mantém-se fixo no céu da perspectiva de um observador na superfície do planeta. Estas órbitas são normalmente usadas para satélites de comunicações.
raios cósmicos
Raios electromagnéticos de frequência e energia extremamente alta; os raios cósmicos normalmente interagem com átomos da atmosfera antes de atingir a superfície terrestre. Alguns raios cósmicos procedem de fora do sistema solar enquanto outros são emitidos pelo Sol e passam através de buracos na coroa.
raios-X
Radiação electromagnética de comprimento de onda muito curto e energia muito alta; os raios-X têm comprimento de onda mais curto do que a luz ultravioleta mas mais comprido do que os raios cósmicos.
regio
Região.
regolito
A camada de detritos e poeira rochosos feitos pelo impacto de meteoritos que forma a superfície exterior de planetas, satélites e asteróides.
relatividade, Teoria da
Decreve mais pormenorizadamente o movimento de corpos em campos magnéticos fortes ou próximo da velocidade da luz do que a mecânica de Newton. Todas as experiências efectuadas até agora concordam com as predições da relatividade num nível elevado de rigor. (Curiosamente, Einstein recebeu o Prémio Nobel em 1921 não pela Relatividade mas sim pelo seu trabalho em 1905 no efecto fotoeléctrico.)
resolução
A quantidade de pequenos detalhes visíveis numa imagem; a baixa resolução mostra apenas grandes elementos, a alta resolução mostra muitos pequenos detalhes.
resonance
A relação entre o período orbital de um corpo e o de outro corpo, medido numa fracção inteira simples, tal como 1/2, 2/3, 3/5.
retrógrado
A rotação ou movimento orbital de um objecto no sentido horário quando vista do polo norte da eclíptica; mover no sentido oposto da grande maioria dos corpos do sistema solar.
rima
Uma fissura.
riolite
Rocha ígnea extrusiva de grão fino, geralmente com fenocristais de quartzo e feldspato numa matriz vítrea.
rochas alvo
As rochas de superfície que o impacto de um asteróide ou cometa esmaga num impacto de meteorito.
rotação siderial
Tempo de rotação medido em relação às estrelas fixas e não ao Sol ou outro corpo em órbita.
rotação síncrona
O período de rotação de um satélite é igual ao seu período orbital; esta provoca que o mesmo lado do satélite está sempre virado para o planeta. A rotação síncrona ocorre quando a gravidade de um planeta produz um "bojo" no satélite. A atracção gravitacional e o bojo actuam como um par, o que atrasa a rotação do satélite até atingir uma rotação síncrona.
rupes
O termo aplicado a escarpas na superfície planetária; pensa-se que muitas escarpas são a expressão à superfície de falhas na crusta do objecto planetário

S

satélite
Um corpo que roda à volta de outro corpo maior.
satélite pastor
Um satélite que limita a extensão de um anel planetário por meio de forças gravitacionais.
satélite troiano
Satélites que orbitam nos pontos Lagrangianos, 60° à frente e 60° atrás de outro satélite. Por exemplo, Telesto e Calipso são troianos do satélite de Saturno Tétis.
scopulus
Um lóbulo de escarpa irregular.
semieixo maior
Metade da maior distância de uma elipse.
siderial
De, relacionado a, ou expresso em relação a estrelas ou constelações.
silicato
Uma rocha ou mineral cuja estrutura é dominada pela ligação entre átomos de silício e oxigénio (p.e. olivina).
sinus
Uma baía.
sotavento
O lado de um objecto que está protegido do vento.
stishovite
Uma fase de quartzo densa, de alta pressão, que foi até agora identificada unicamente em rochas que contêm quartzo que sofreram metamorfismo de impacto, nas crateras de impacto de meteoritos.
subducção
O processo da descida de uma placa da litosfera por baixo de outra.
sublimação
A sublimação ocorre quando uma substância muda directamente do estado sólido para o estado gasoso sem passar pelo estado líquido.
sulcus
Cordilheiras e sulcos subparalelas.

T

tectónico
As forças de deformação que actuam na crusta de um planeta.
tektites
Vidro natural, rico em silício e homogéneo produzido pela fusão completa, disperso em forma de gotas durante os impactos terrestres. Tektites variam na cor de preto ou castanho escuro a cinzento ou verde e a maior parte tem forma esférica. Foram encontrados em quatro regiões de depósitos ou campos espalhados na superfície da Terra: América do Norte, Checoslováquia, Costa do Marfim e Australásia.
temperatura de um corpo negro
A temperatura de um objecto que irradia toda a energia térmica que recebeu; se um objecto não é um emissor corpo negro, não irradia o calor excessivo e o que fica irá fazer aumentar a sua temperatura.
terminador
A linha que divide a parte iluminada da não iluminada do disco de um planeta ou lua.
terra
Uma massa extensiva de solo.
tessera
Um azulejo; pavimento poligonal.
tholus
Pequena montanha ou colina em forma de cúpula.
troposfera
As regiões mais baixas de uma atmosfera planetária em que a convecção mantém o gás atmosférico misturado e um aumento de temperatura constante com a profundidade. Muitas nuvens estão na troposfera.
tubo de lava
Um túnel formado abaixo da superfície de um fluxo de lava em solidificação.
tufo
O termo geral para designar detritos piroclásticos consolidados.

U

ultravioleta
Radiação electromagnética com comprimentos de onda menores do que o extermo violeta da luz visível; a atmosfera da Terra efectivamente bloqueia a transmissão da maior parte da luz ultravioleta.
umbra
A região escura central de uma mancha solar.
undae
Dunas.
unidade astronómica (UA)
A distância média da Terra do Sol; 1 UA corresponde a 149,597,870 quilómetros (92,960,116 milhas).

V

vale em fenda
Um vale alongado formado pela depressão de um bloco da crusta do planeta entre duas falhas ou grupos de falhas aproximadamente paralelas.
vallis
Um vale sinuoso.
vastitas
Terras baixas muito estendidas.
velho
Uma superfície planetária que foi pouco modificada desde a sua formação tipicamente mostrando um grande número de crateras de impacto; (compare-se com jovem).
velocidade da luz
A velocidade da luz equivale a 299,792,458 metros/segundo (186,000 milhas/segundo). A Teoria da Relatividade de Einstein diz que nada pode andar mais depressa do que a velocidade da luz.
vento solar
Um fluxo ténue de gás e partículas carregadas energeticamente, principalmente protões e electrões -- plasma -- que flui do Sol; a velocidade típica do vento solar é de quase 350 quilómetros (217 milhas) por segundo.
vidro diapléctico
Um vidro natural formado por pressão de choque de qualquer um dos minerais sem haver fusão; apenas se encontra associado com crateras de impacto de meteoritos.
volátil
Compostos com temperatura de fusão baixa, tais como hidrogénio, hélio, água, amónia, dióxido de carbono e metano.
vulcão
(1) Uma abertura na superfície de um planeta pelo qual o magma, gases e cinzas associados são ejectados. (2) A forma ou estrutura produzida pela matéria expelida.
vulcão composto
Um vulcão composto por camadas intercaladas de lava e de material piroclástico, normalmente com ladeiras abruptas.
vulcão escudo
Um vulcão com a forma de uma cúpula plana, larga e baixa, criada por fluxo de lava muito fluida.

W

X

Y

Z

 

HOME HOST

 

Vistas do Sistema Solar Copyright © 1997-1999 por Calvin J. Hamilton. Todos os direitos reservados.

Traduzido para português por Fernando Dias, e-mail: vss@netcabo.pt.